Pular para o conteúdo

SENAR-SP oferece curso de florestamento para proteção de APP

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

Agricultura e preservação do meio ambiente são aspectos diretamente relacionados e os produtores rurais, cada vez mais conscientes de seu papel na preservação de áreas naturais. Não apenas em benefício da manutenção do ecossistema, mas para vantagens da própria produtividade agrícola. A preservação de vegetação de modo contínuo é imprescindível, em especial, em locais situados ao longo de rios ou de qualquer curso de água.

Por esse motivo existem as APPs ou Áreas de Preservação Permanente. Enquanto pode-se pensar em uma “perda” de área de plantio ao se manter uma APP, na verdade há um ganho em um contexto mais amplo, pois ao impedir a degradação dessas áreas, a disponibilidade hídrica é mantida, com controle dos processos erosivos. Como resultado, mantém-se a fertilidade do solo e a sustentabilidade da produção agrícola.

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

Para que um número cada vez maior de pessoas tenha esse conhecimento sobre a preservação das APPs, o SENAR-SP oferece cursos de florestamento para manejo de mata em formação ou plantio e manejo de mudas de árvores em APPs. Em Borborema, por exemplo, foi concluído recentemente o curso “Florestamento – Recomposição de Área de Preservação Permanente”.

Érica Roberta Montini Coelho, coordenadora do SENAR-SP em Borborema, destaca a importância que os produtores rurais dão a esse aprendizado para aplicar no dia a dia. “Foi a primeira vez que o curso aconteceu em Borborema e o interesse é muito grande por parte de pequenos produtores rurais, trabalhadores rurais e estudantes das áreas de agrárias. Como a procura pelo curso tem sido muito grande, devemos abrir novas inscrições no começo do ano que vem”, diz ela.

O SENAR-SP oferece esse curso já há alguns anos e em Borborema aconteceu pela primeira vez por iniciativa do sindicato rural e alguns produtores. Os temas abordados vão desde a importância ecológica, socioeconômica e legislação ambiental, tipos de vegetação, silvicultura, métodos de recomposição florestal, plantio, controle de formigas cortadeiras e manejo. Leandro Brabo da Crus, engenheiro florestal e instrutor do SENAR/SP, conta que os participantes buscam aprender mais sobre os biomas, a maneira correta de se fazer o plantio, a escolha das espécies e os tratos culturais necessários. “O reflorestamento de vegetação nativa tem como objetivo a restauração ecológica, a diversificação de espécies regionais aliada à proteção dos recursos hídricos e à conservação do solo. Além de contribuir com a redução do efeito estufa através do sequestro de CO2”, diz Leandro.

As APPs são protegidas por lei e não podem ser usadas para cultivo, por isso o curso auxilia também os produtores na adequação ambiental das propriedades rurais. O instrutor do SENAR/SP destaca as vantagens que o produtor tem na preservação ambiental. “A proteção da APP garante ao produtor o que ele tem de mais importante na propriedade: água! Além da questão do controle biológico, pois com as APPs protegidas e com maior diversidade de espécies na propriedade, menores as chances de pragas e doenças”, conclui.

Para conhecer os cursos oferecidos pelo SENAR/SP, acesse educacao.faespsenar.com.br/ ou procure o sindicato rural da sua região.

Via SENAR-SP