Pular para o conteúdo

A produção de hortaliças ainda é vantagem

A produção de hortaliças ainda é vantagem

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

A produção de hortaliças ainda é vantagem para o pequeno produtor rural?

Estamos em uma época de altos custos para o consumidor final desses produtos e se nos voltarmos aos produtores, qual é a realidade deles?

Plantar hortaliças e vender é uma alternativa para empreender no campo ou em pequenos espaços rurais, no ramo de alimentos. O produtor pode ter como atividade principal ou uma renda extra, conciliando com outra atividade.

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -
produção de hortaliças
produção de hortaliças

Aqui listamos as hortaliças que tem melhor desempenho nas vendas ao consumidor. Dessa forma poderá escolher a  produção de hortaliças está adequada ao seu espaço e local disponível.

Alface

A alface é uma das verduras mais cultivadas e consumidas no Brasil e no mundo. Essa hortaliça diversas variedades e tipo, variando cor, tamanho e estrutura do pé. Seja qual for a que for plantar adiantamos que no Brasil a campeã é a crespa, detendo 50% das vendas em território nacional. Seguida de perto pela lisa e americana. Mas a variedade de preço entre os tipos é grande.

Algumas delas tem resistência às variações de temperatura, e é bom pesquisar a mais adequada para a sua região.

Costuma-se colher a alface de 55 a 130 dias após o plantio, assim o produtor tem um retorno mais rápido do investimento.

Cenoura

Obviamente que a parte consumida da cenoura é sua raiz, mas várias condições no plantio interferem no bom desenvolvimento dela.

A luz solar é uma delas. Com preferência pela luz direta do sol, se o local do plantio for bem iluminado, ela se desenvolve também a meia sombra.

O cuidado com o solo é importante, deve ter profundidade, pois necessita muita matéria orgânica, de textura leve, pH entre 6 e 7,5 e drenagem eficiente.

A irrigação do plantio deve ser constante, porém sem encharcar.

A colheita geralmente é iniciada de 60 a 120 dias após o plantio.

Cebolinha

A cebolinha, muito usada para tempero, pode crescer até 50 cm.  Seu cultivo é realizado tanto na meia sombra quanto na luz do sol direta.

Nos locais com sol direto, ele deve ser protegida nos horários mais quentes.

O solo para a cebolinha precisa de bastante matéria orgânica, boa drenagem e um pH que varia entre 6 e 7.

O ideal é fornecer boa irrigação, mas sem encharcar o solo. A colheita inicia de 75 e 90 dias após plantio das sementes ou 60 dias depois do transplante das mudas.

produção de hortaliças1
produção de hortaliças1

Tomate

É um fruto dos mais consumido pelos brasileiros, seu mercado garantido o ano inteiro . Porém seu custo é alto nos mercados. Bem como o da produção, porque ele está sujeito às pragas. As variedades mais vendidas são o tomate italiano e o cereja,

Precisam de uma boa adubação e preferem terreno alto com boa luz solar. Para o plantio, precisa ter solo areno-argiloso, solto, bem drenado e profundo.

No Brasil áreas como o Centro-Oeste, o Sudeste e o Nordeste plantar durante o ano todo. No Sul a partir de setembro.

A colheita do tomate deve ser feita de 100 a 120 dias após o plantio. Ele não deve estar maduro, pois após a colheita a maturação continua.

Batata

A batata prefere solos arenosos e de forma geral o plantio ocorre no inverno e na primavera.

O plantio é feito usando batatas que brotaram, mas existem mudas também.

A colheita pode ser feita de 90 a 120 dias após a semeadura, quando as ramas começam a secar, em área pequenas ela é manual.

Cebola

A cebola tem muita utilidade na cozinha. Então é alta a procura pelo produto durante todo o ano.

O cultivo da cebola não exige não é difícil e não exige muito do produtor. O custo é relativamente baixo.

O local de plantação deve ter boa iluminação durante todo o dia. A luz permite que o bulbo cresça de forma saudável e adequada.

O solo deve ser úmido e a temperatura máxima suportada pela plantação é de 25ºC. Então avalie se sua região é adequada para o plantio.

A colheita ocorre após 100 dias do cultivo. Alguns casos pode chegar a 180 dias.

Leia também Agro Negócio