Pular para o conteúdo
- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações de quinta-feira (20) com preços mais baixos. Foi a sétima sessão seguida de perdas para o arábica na Bolsa de Nova York. E, novamente, o mercado esboçou uma recuperação e sucumbiu ao terreno negativo. Em sessão volátil, todavia, o mercado deu sinais de buscar uma reação técnica, com cobertura de posições vendidas.

+ Evento em Minas Gerais reúne especialistas do setor cafeeiro

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

No entanto, as indicações melhores para a oferta adiante, com a chegada da safra de arábica da América Central e da Colômbia no final do ano e do robusta vietnamita trazem uma tranquilidade para o mercado. No lado da demanda, a apreensão com a inflação e recessão globais, sobretudo na Europa, grande região consumidora, é aspecto baixista, como indica o consultor de Safras & Mercado, Gil Barabach.

Negociações do café na Bolsa de Nova York

café

Foto: Pixabay

O contrato dezembro bateu na mínima em 188,20 centavos de dólar por libra-peso, depois encontrou reação e atingiu na máxima 194,60 centavos, mas não conseguiu manter os ganhos. Os contratos com entrega em dezembro/2022 fecharam o dia a 191,05 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 1,25 centavo, ou de 0,6%. Dessa forma, a posição março/2023 fechou a 186,40 centavos, queda de 0,85 centavo, ou de 0,4%.

__________

Saiba em primeira mão informações sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo. Clique aqui e siga o Canal Rural no Google News.

Café. Café em pó. Café moído. Embalagem de café

Foto: Wenderson Araujo/CNA