Pular para o conteúdo

agricultor e policial são mortos durante discussão

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

Uma tragédia deixou três pessoas mortas e outras três feridas na manhã desta quarta-feira (26). Entre os mortos estão dois agricultores.

Segundo informações preliminares da polícia, o crime foi motivado por uma discussão envolvendo atividades no campo.

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

Um homem, agricultor, começou a discutir com o pai, de 81 anos, que também é agricultor. Os dois não concordaram sobre como realizar algumas tarefas na propriedade.

Tragédia no campo

tragédia, agricultores, mortos

O crime aconteceu por volta das 10h30 desta quarta-feira (26), em Argamasilla de Calatrava, na Espanha

Ainda de acordo com autoridades, em determinado momento, alertado pela gritaria e pela violência que a discussão estava adquirindo, outro agricultor tentou mediar. Era um vizinho.

Nervoso, o filho respondeu atirando no vizinho, que estava em um trator. Ele morreu na hora. 

Fora de controle, segundo informações do jornal espanhol El Mundo, o jovem agricultor começou a atirar em veículos e pessoas que passavam na rodovia perto da propriedade.

Morte do policial

Com o pânico instalado na cidade, a polícia foi acionada.

A primeira patrulha a chegar na propriedade rural foi recebida com tiros.

Um policial foi morto com um disparo na cabeça e outro ficou ferido na perna.

Fontes de saúde informaram que o pai do agressor sofreu pequenos ferimentos na cabeça e escoriações, e está sob observação, consciente e fora de perigo.

Foi ele que conseguiu escapar da propriedade e chamar a polícia.

Segundo o tenente-coronel Juan Antonio Valle, diante da situação, “não havia opção de negociar com o atirador, porque todos que estivessem ao seu alcance atiraram nele com um fuzil”.

Com isso, os policiais responderam com fogo e mataram o atirador.

A Câmara Municipal de Argamasilla de Calatrava (Ciudad Real) decretou três dias de luto. O policial morto trabalhou na cidade por 14 anos e é pai de uma menina de sete anos.