Pular para o conteúdo

Plantio da soja segue em ritmo lento no Rio Grande do Sul

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

No Rio Grande do Sul, o plantio da soja ainda está em ritmo lento. Por outro lado, a semeadura do milho segue avançando no estado gaúcho. Os dados sobre as duas culturas constam no boletim semanal divulgado pela Emater-RS.

+ Quais os impactos das chuvas para a atual safra de grãos?

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

O Rio Grande do Sul já está liberado pelo zoneamento agrícola de risco climatológico a semear a soja desde o dia 11 de outubro, mas os produtores estão cautelosos e retardando o plantio. Isso porque levante deverá ser mais um ano com a incidência do fenômeno La Ninã.

Diante dessa requisito climática, o plantio precoce da oleaginosa faz com que a florada venha em dezembro, quando os índices de chuvas podem estar inferior do esperado. Outro fator é que as temperaturas ainda estão baixas no estado sulista, o que atrasa a germinação.

Na região de Bagé, especificamente a falta de chuvas desacelerou o preparo do solo. Dessa forma, o estado prevê plantar 6,5 milhões de hectares com a soja e, assim, voltar a marca das 20 milhões de toneladas.

Soja, milho e culturas de inverno

milho x soja - exportação - agroexport

Foto: Canva

No milho, a semeadura alcança 70% das áreas e também tem ritmo lento, principalmente no setentrião gaúcho, onde choveu bastante. Nas regiões de Ijuí e Passo Fundo, a semeadura ultrapassa 92%. Em Erechim, o plantio foi concluído.

Por termo, nas culturas de inverno segue o bom desenvolvimento do trigo, da canola, da cevada e da aveia. O que confirma, assim, as altas produtividades aguardadas.

__________

Saiba em primeira mão informações sobre lavoura, pecuária, economia e previsão do tempo. Clique cá e siga o Via Rústico no Google News.

Soja - igp-di - copperativas

Foto: Pixabay