Pular para o conteúdo

Escassez hídrica vem prejudicando sistemas agroalimentares

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

O cultivo de alimentos, que atualmente apresenta alto índice de empregabilidade e produção, corre risco prejudicial por conta da escassez hídrica. Para a agricultura, a água é um recurso crítico e desempenha um papel importante na segurança alimentar.

Alimentar 9 bilhões de pessoas até 2050 exigirá um aumento de 60% na produção agrícola. Além disso, há uma expectativa de elevação de 15% na captação de água.

- - - - - PUBLICIDADE - - - - -

De acordo com a Organização Mundial das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a poluição e escassez de recursos estão levando os principais sistemas agroalimentares do mundo ao ponto de ruptura. Em algumas regiões da África, muitos agricultores sofrem com a carência de água para a produção de alimentos.

seca, crise hídrica no Paraná, escassez

Foto: André Thiago/Sanepar

Atualmente são aproximadamente 3,2 bilhões de pessoas em todo o mundo que vivem em áreas agrícolas com falta ou escassez de água alta a muito alta, das quais 1,2 bilhão de pessoas – aproximadamente um sexto da população mundial – vive em áreas agrícolas com severas restrições de água.

Brasil

Nos últimos 37 anos, o Brasil perdeu o equivalente a 17% da superfície de água . Os dados do MapBioma – que fazem parte de um mapeamento anual da cobertura e do uso de terra no país – também apontam que a região mais afetada foi o Pantanal, com uma diminuição de 80% entre 1985 e 2021.

No Brasil, apenas entre 2000 e 2018, houve aumento de 55% no volume captado em mananciais superficiais e subterrâneos para esses usos. A Agência Nacional de Águas (ANA) prevê que ocorrerá aumento adicional de 29% na demanda agropecuária até 2030.

Tecnologia para combate a escassez

No entanto, o tema da preservação da água já vem sendo tratado de forma prática pelos produtores na agropecuária que querem evitar a escassez do recurso.

De acordo com Fernando Silva, CEO da PWTech, startup voltada para a purificação de água contaminada, a água desempenha um papel fundamental na segurança alimentar.

“Com o aumento da população e a exigência de uma produção alimentar maior, a expectativa é que haja elevação de 15% na captação de água até 2050”, explica.

Como a disponibilidade de água no campo nem sempre é a mesma, muitos agricultores utilizam de ferramentas tecnológicas, para contornar as dificuldades, como a escassez, com o objetivo de melhorar a qualidade e a produção dos alimentos.

Uma dessas ferramentas é o purificador de água desenvolvido pela PWTech. A tecnologia, elimina 100% de vírus e bactérias e reduz até 99,5% das partículas presentes na água. Além disso, a ferramenta é adaptável a diferentes fontes de energia e funciona com baixo consumo. Também é portátil e resistente a trepidação e solavancos.

“Os equipamentos podem ser usados de forma concentrada, em um único ponto de tratamento de água, ou distribuídos em pontos estratégicos. Os purificadores têm tecnologia plug and play e podem começar a operar imediatamente”, afirma o especialista.