Pular para o conteúdo

Dia Mundial da Alimentação é celebrado com capacitação – Uai Agro

O Dia Mundial da Alimentação, comemorado no dia 16 de outubro, trouxe temas para refletir sobre a população carente, a segurança alimentar e nutrição. Em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, para promover essa reflexão, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento (SEMA) promoveu curso de “Beneficiamento de Verduras e Legumes”.

Ao todo, 10 servidores do Banco de Alimentos participaram da qualificação. O objetivo foi fazer com que os manipuladores de alimentos passem a ter uma visão mais crítica dos produtos que recebem, aprendendo técnicas de seleção, armazenamento, higienização e preparação.

Nutrição

A nutricionista do Banco de Alimentos, Camila dos Santos Oliveira, explicou que o curso faz parte das comemorações do dia mundial da alimentação. “Estamos promovendo uma semana para capacitar os funcionários do setor, e vai de uma forma geral, melhorar as nossas escolhas em relação aos alimentos que são processados aqui, e principalmente evitar o desperdício. É também uma semana para pensarmos sobre a importância do trabalho que realizamos aqui no banco de alimentos”, afirmou.

O curso foi realizado em Valadares. (Foto: Leonardo Morais)

Além de todo o aprendizado, a nutricionista ressaltou que o curso colabora para estimular as estratégias de educação nutricional. “Como parte dos nossos objetivos com o curso temos também como multiplicar essa informação transmitindo para as instituições que são beneficiadas com os alimentos, e temos um projeto futuro de conseguir beneficiar os alimentos antes da distribuição, assim, eles já sairiam preparados e embalados de forma correta e segura”, disse.

Passo a passo

Segundo a instrutora e nutricionista do Senar-MG, Paula Figueiredo Pereira, existem etapas e formas de preparo dos alimentos. “Aqui estão sendo aplicadas técnicas de separação, higienização e preparação dos legumes para o tipo de alimento, como por exemplo um tipo de corte para sopa, outro tipo de corte para salada, depois eles são higienizados e serão embalados a vácuo ou em sacolas separadas, visando maior aproveitamento, segurança e qualidade do produto”, detalhou.

Servidoras aprendem etapas do beneficiamento. (Foto: Leonardo Morais)

Uma das alunas do curso e funcionária do banco há sete anos, Elizabeth Ribeiro da Silva, falou sobre como as técnicas ensinadas contribuem para o trabalho delas. “Estou muito feliz, acredito que era o que nos faltava no sentido de melhorar nosso trabalho para melhor aproveitar o que manipulamos e aprendemos mais detalhes sobre os alimentos para evitar sempre o desperdício e oferecer mais qualidade”, finalizou.